3 Primas: crônicas e contos, livro de Tita Lima e Silva, Angela Leite Xavier e Malluh Praxedes, lançado no Muspam

O livro 3 Primas: crônicas e contos, de Tita Lima e Silva, Angela Leite Xavier e Malluh Praxedes, foi lançado no Muspam na noite de 26 de setembro, com a presença de amigos e admiradores das autoras. José Roberto Pereira - diretor de Cultura promoveu um bate-papo interessante com as escritoras, tendo a participação do público. Levi Altivo fez um depoimento sobre elas e suas famílias, emocionando a todos. As três autoras nasceram em Pará de Minas em épocas bem diferentes e a trajetória de vida levou-as para outros lugares.

Tita de Lima e Silva fez parte da Geração Complemento, nos anos 1960 e aluna do Colégio Estadual conviveu com Afonso Romano de Sant’Anna, Silviano Santiago e Roberto Drummond. Foi casada com o professor e artista plástico Haroldo Mattos, com quem teve dois filhos – ambos músicos e artistas (um é artista plástico como o pai e o outro é luthier) e vivendo em Ouro Preto acompanhou a criação do Festival de Inverno de Ouro Preto, ao lado dos casais de artistas Nello Nuno e  Anna Amélia, Álvaro Apocalypse e Terezinha Veloso. Atualmente reside em Brasília, cidade onde passou a publicar seus livros, que retratam não só a capital federal, mas também poemas que contam a sua infância em Pará de Minas. Angela Leite Xavier é historiadora, pesquisadora e contadora de histórias fantásticas, regionais, de mulheres e de família. Autora dos livros “Tesouros, fantasmas e lendas de Ouro Preto” (2007), “Biografia dos Fantasmas”, infanto-juvenil (2010), “Olhos de Estrela” (2011) e “Ascipam 50 anos, 50 fatos” (2014). Vive em Ouro Preto. É ceramista, amante do barro e de suas possibilidades. Trabalha com temas diversos: seres das florestas, bichos, conchas do mar, baianas e peças utilitárias. Usa a técnica japonesa do raku. Gosta de viajar e conhecer culturas autênticas. Malluh Praxedes é escritora, jornalista, editora e produtora cultural. Publicou 18 livros autorais: poemas, contos, crônicas, depoimentos e um quase romance e com estas crônicas completa seu 19° livro. Com o poema “Mea Culpa” recebeu o Prêmio Alfonsina Storni, na 9ª. Fiesta de La Poesia Latinoamericana, organizada pela Fundação Givré, em Buenos Aires, Argentina. É membro da Academia de Letras de Pará de Minas. Como cronista, publica semanalmente no jornal Diário, de Pará de Minas e no site Vitrine Literária, desde 2005. Em 2016, o escritor José Roberto Pereira publicou o livro A música de Minas: nas anotações de Malluh – aprovado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura – sobre sua atuação como jornalista e produtora cultural.

E é ele, José Roberto Pereira, escritor, ator e professor, quem nos conta sobre a obra 3 Primas: crônicas e contos:Fragmentos da memória de três primas, de três tempos diferentes, tendo como ponto de partida a cidade onde nasceram, Pará de Minas, Minas Gerais, materializaram-se em um livro. Uma ideia inédita e genial. Os laços familiares entre elas por si só já produziriam material rico para o ofício da escrita, mas elas foram muito além. Impulsionadas pela amizade cultivada ao longo dos anos e pela arte, atrativo que fez fortalecer ainda mais o elo entre elas, o fato de terem nascido em épocas diferentes, talvez, seja o que faz do livro um afresco de memórias coletivas que reverbera em todos nós, autoras e leitores. Cada uma, no seu tempo, viveu e guardou para si suas melhores observações da vida e vivências e, expondo-as publicamente em uma única plataforma, ou seja, em um livro, eleva-as a um dinamismo poucas vezes visto no gênero literário. São três mulheres completamente diferentes, tendo em comum o gosto pela escrita e pelos livros. Um mesmo tema abordado por uma é narrado de maneira inteiramente distinto por outra. Isso torna a leitura instigante e o livro singular, pois o leitor irá perceber a força da escrita dessas escritoras que fazem uma releitura de seus passados, o que também poderá ser um reflexo da memória de todos nós. A obra literária 3 Primas: crônicas e contos  traz o aprofundamento no universo criativo de Angela Leite Xavier, Malluh Praxedes e Tita de Lima e Silva. É um livro sobre nós mesmos, sobre nossas memórias, sobre nossa gente... Sobre a importância de trazer para o presente bases sólidas do que foi um passado bem vivido. E isso faz tornar mais promissor nosso próprio futuro.

Esta recente produção literária de Tita de Lima e Silva, Angela Xavier e Malluh Praxedes, pode ser adquirida no Museu a R$35,00.

Veja as fotos


Postado em 21.09.2018 e atualizado em 29.09.2018